AOP | Associação Oeste Paranaense

Blog

Joana D’arc Palhano e o esposo moraram muitos anos em um assentamento do movimento Sem Terra. Quando o tio do esposo adoeceu e precisou de cuidados, foi ao casal que ele recorreu. Procurando meios financeiros para ajudar o tio, ela descobriu que ele tinha direito a uma indenização, e começou uma batalha judicial para que […]


  • Compartilhar:

Joana D’arc Palhano e o esposo moraram muitos anos em um assentamento do movimento Sem Terra. Quando o tio do esposo adoeceu e precisou de cuidados, foi ao casal que ele recorreu.

Procurando meios financeiros para ajudar o tio, ela descobriu que ele tinha direito a uma indenização, e começou uma batalha judicial para que este recurso pudesse ser usado no tratamento dele.

Com a vitória na Justiça, foi possível comprar um imóvel simples para morarem enquanto cuidava do familiar, até que ele faleceu.

A experiência fez com que Joana visse que naquela comunidade haviam outras pessoas com direito a auxílios governamentais e que, ou não sabiam, ou eram abordadas por pessoas má intencionadas e acabavam sendo extorquidas.

Foi aí que começou o ministério do casal que hoje abriga na própria casa oito pessoas portadoras de necessidades especiais e ainda distribui semanalmente sopa e pães para cem pessoas carentes da comunidade.